Das obras que apontam para a salvação



Leitura: Efésios 2.8-10

O homem é salvo mediante a graça, e pela fé. Isso não vem de nós, é dom de Deus. Entretanto, Ele preparou de antemão algumas obras para que andássemos nelas. São obras que apontam para o fato de termos sido salvos. O texto não diz especificamente que obras são essas, mas pelo teor geral das Sagradas Escrituras podemos entender que obras são estas.

Em primeiro lugar, obras de arrependimento. Quando cremos que Jesus morreu pelos nossos pecados, somos levados a “mudar a nossa mente” (“metanóia”), e entender que há coisas nas nossas vidas que ofendiam a santidade do Senhor. É um processo contínuo, sempre presente na vida do fiel.

Segundo, obras de conversão, que significa mudança de atitude. Aquele que mentia, não mente mais. Quem furtava, não furta mais, antes, trabalha com as mãos fazendo o que é bom para ajudar quem tem necessidade. Há uma radical transformação, na vida do fiel.

Em terceiro lugar, obras de santificação. O fiel não deixa apenas as obras más, mas agora ele quer se apossar da vida eterna. Quer ser cheio do Espírito Santo. Quer se tornar um imitador de Cristo. Que ser renovado a cada dia mais à imagem e semelhança de Deus.

Há também as obras de cuidado (no sentido de cuidar), ou de amor. No plano horizontal, ele ama o próximo como a si mesmo. Ama seus irmãos como Cristo o amou. Ele cuida dos seus, pois quem assim não o faz é pior do que um incrédulo. Ele se preocupa também com os domésticos na fé, e, na medida do que pode, quer o bem de todas as pessoas.

Podemos mencionar ainda as obras ministeriais, ou seja, aquilo que o fiel passa a realizar no corpo de Cristo, pois se tornou seu membro. Ele exerce seu dom na comunidade. Ele serve de todo o coração. Ele ama a igreja.

Esses são alguns exemplos de obras que o Senhor de antemão preparou para que andássemos nelas. Ele deseja isso para nós, pois é o que está revelado na sua Santa Palavra. Cabe a cada um de nós nos examinarmos a fim de entendermos se estamos realmente fazendo a vontade do Senhor.

Você tem se arrependido de seus erros? Tem mudado de atitude? Tem buscado levar uma vida santa? Tem tido cuidado consigo próprio, com os seus? (Afinal, quem assim não o faz é pior que um incrédulo). Tem trabalhado e servido a comunidade de irmãos?

Que o Senhor possa nos ajudar a cada dia a cumprirmos as obras que de antemão para nós preparou!