Independente das circunstâncias, Deus continua sendo Deus

Leitura: Jó 1 :20-22

Por Mariana Araújo

Imagine um dia começa como qualquer outro. Você se levanta para ir ao serviço, e chegando lá, encontra as portas fechadas e lacradas.
A empresa fechou, sem aviso você inesperadamente, ficou desempregado, tendo várias obrigações a cumprir. Assim você decide ir ao banco para sacar dinheiro e pagar algumas contas que estão vencendo, mas chegando lá, eles dizem que sua conta foi encerrada sem explicação, e que você não tem nenhum centavo. O dia está piorando, você resolve voltar para casa, ainda tentando entender o que está acontecendo. Chegando perto de casa, na sua rua todos os vizinhos estão chorando, e antes de você chegar, eles dizem a você “que não foi possível salvar ninguém, a casa de repente explodiu, e todos que estavam dentro morreram, eu sinto muito, todos os seus filhos estão mortos”

Alguns dias passam, você acorda num lugar estranho. Olhando para seu redor e percebe que está em um hospital. Você está sentido dores terríveis, e uma coceira constante. Depois de algumas horas de sofrimento, a enfermeira avisa que você terá visita. No seu caso várias pessoas são permitidas a entrar para te visitar. A primeira pessoa que entra no quarto é sua esposa. Precisando muito de uma palavra de consolo ela chega perto de sua cama e começa a gritar “Eu não entendo sua atitude” ela diz “sua fé não vale nada. Você confia em um Deus que fez tudo isso? Amaldiçoe o nome desse Deus e morra”, assim ela sai do quarto.

Enquanto você procura entender tudo isso, chega alguns amigos seus. São velhos amigos, sempre prontos para ajudar. Agora sim você será consolado! Mas eles entram, veem seu estado crítico e seu corpo desfigurado pela doença e não falam nada, ficam de boca aberta e não acreditam. Depois de um longo tempo de silencio um deles fala: “Você mereceu tudo isso, você deve ter feito alguma maldade muito grande e Deus esta te castigando, ele te tirou tudo”

Essa ilustração lembra em muito a própria história de Jó. No texto bíblico que nós lemos, ele declarou: “Nu saí do ventre de minha mãe, nu voltarei; o Senhor deu e o Senhor tomou, bendito seja o nome do Senhor” (vers. 21). E o texto ainda ressalta que “em tudo isso Jó não pecou, nem atribuiu a Deus falta alguma” (vers. 22).

Diante disso tudo, o que podemos aprender?

I - Jó não podia negar ás más notícias, pois tudo o que ele mais valorizava havia perdido naquele momento.

Conhecemos dois tipos de situações e são elas:

1)    Permanecer em Deus ou não permanecer. Muitos não permanecem por que estão bem, conseguiram o que tanto almejavam, Deus realizou seus sonhos, suas vontades.

2)    Muitos não permanecem por que perderam o que tanto valorizavam.

A bíblia nos diz em Mateus -6-21 “ Onde está o teu tesouro ali está o teu coração”

2 - Jó teve que tomar uma decisão, e a sua vitória foi consequência do seu comportamento durante sua luta.

Como você se comporta durante a luta?

Durante a luta de Jó temos algumas lições que podemos colocar em nossa vida: 

1)    Jó decidiu firmar seu coração em Deus reconhecendo que Deus é o que tira e o que dá, e que a vontade dele mesmo parecendo ruim aos nossos olhos, é boa, perfeita e agradável – Versículo 20 e 21 

2)    Jó usa suas palavras para glorificar a Deus. A bíblia nos diz em Tiago 3.10 “De uma só boca procede benção e maldição” 

3)    O inimigo só pode ir até onde Deus permitir.  1Cor 10.13 “Não veio sobre vos tentação humana, mais fiel é Deus, que não vos deixaras tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape para que possais suportar” (obs. Deus não nos deixa passar por algo que não conseguiremos suportar). 

4)  Acreditar no que Deus me diz, faz com que eu seja o que ele diz que eu sou.  Filipenses 4.13 “tudo posso naquele que me fortalece” 

5)    Não seja fiel a Deus por tudo que ele já te deu ou pode te dar, seja fiel a deus por que ele é o único merecedor de adoração e deve ser adorado independente da situação.

Que assim seja sempre em nossas vidas! Que possamos manter a fidelidade de Jó!

Trecho de Musica para reflexão – Delino Marçal – Deus é Deus

Postagens mais visitadas deste blog

Santificado seja o teu nome

Pai nosso que está nos céus