Construindo um casamento feliz

No último sábado, dia oito, tivemos o nosso primeiro encontro de casais, ministrado pela Alessandra e pelo Geraldo, sob o tema "Construindo um casamento feliz".

Foi uma grande alegria da parte do nosso Senhor em nossas vidas.

A Alessandra iniciou a palestra fazendo uma analogia com Neemias 2.18, no sentido de que o casamento é algo em contínua construção, e para tanto precisamos de alguns elementos, entre os quais não pode nos faltar:

1 - Desprendimento: começamos nos desprendendo da nossa família antiga para formar a nossa (Gn 2.24). É um novo momento, uma nova fase, uma nova vida. Nos desprendemos de velhos hábitos, nos adaptando aos novos. Aprendemos a conhecer profundamente o outro. Paciência, perdão, tolerância são valores necessários. 

2 - Reciprocidade, alicerçado na ética, que resumidamente me faz sempre pensar naquilo que "quero, posso e devo". Tratar o outro como gostaria de ser tratado. Não deixarmos de dizer palavras como "por favor" e "obrigado", "bom dia", só porque estamos acostumados um com o outro. Entre as causas dos divórcios estão o egoísmo, a dureza de coração, o orgulho, a ganância. A mulher não terá dificuldades em se submeter a alguém que ela confia, e o amor do homem tem que ser do tipo sacrifical, de quem dá a vida pela esposa. Cônjuges têm que saber que jamais irão suprir a necessidade um do outro, somente Deus pode fazer isso. É preciso também ter cuidado com o que se fala do seu esposo (a) por aí, não exponha a intimidade dele, cuidado com quem você vai desabafar.




3 - Cuidado com o trabalho e com as finanças. Pela leitura de 1 Timóteo 5.8, aprendemos que "quem não cuida dos seus é pior que um incrédulo". É preciso ter muito cuidado com a inversão de papéis. Embora ambos possam trabalhar, o homem é o provedor, mesmo que possa estar ganhando menos. A mulher pode ser uma melhor administradora, muitas vezes. É preciso ter transparência financeira um para com o outro. É tudo nosso. Não tem essa de cada um administrar o que é seu. Sempre é bom conversar antes de ter um grande gasto. Sempre bom ouvir os conselhos do outro. É preciso ter generosidade. Não podemos ser amantes do dinheiro. Devemos evitar a ansiedade.

4 - Afetividade e sexualidade. Área importantíssima do casamento. Não deve existir vergonha entre os dois. Precisa haver contato, palavras. Nenhum dos dois mais pertence a si próprio, e cada um deve "pagar" o que é devido (1 Co 7.3-5). Devemos viver um leito "sem mácula", ou seja, sem mancha, interferência, intrusão. Nesta área não podemos agredir os valores do outro. Também é o momento de nos conhecermos. Nossos corpos não nos pertencem. Não devemos nos privar um ao outro. Não devemos expor a intimidade do outro. Evitar o constrangimento público de nosso amor.

Foi um tempo muito bacana, de muita instrução e comunhão. Fomos tremendamente abençoados por Deus através da vida da Alessandra e do Geraldo. Que o Senhor possa nos permitir muitas outras oportunidades como esta!



Postagens mais visitadas deste blog

Santificado seja o teu nome

Pai nosso que está nos céus