Jesus e os pecadores

Jesus era amigo dos pecadores.

Quando Mateus lhe deu um banquete, ele e seus discípulos não se recusaram a participar.

E o texto de Mateus 9 diz que tais pecadores ficavam a vontade na presença de Jesus.


Será que nós temos vivido uma religião tão "pura" que nos impede de sermos amigos de pessoas que não frequentam a mesma igreja da gente?

Será que só aceitamos convite de crente para irmos em festas, aniversários, casamentos, enquanto que recusamos outros?

Em assim agindo, não imitamos o Mestre!
Precisamos recuperar a nossa capacidade de sermos também amigos de pecadores, simplesmente por amor.

Nem mesmo a conversão deve ser utilizada como moeda de troca para uma amizade.

Devemos amar, por amor, e pronto, porque Deus nos manda amar!

E aí sim, estaremos de fato transmitindo o amor de Deus aos homens.

Postagens mais visitadas deste blog

Jesus, o nosso exemplo de humildade!

Murmuradores

Santificado seja o teu nome