Postagens

Colossenses: AULA 14– Cap. 4.7-18: Observações e saudação final

7 Quanto à minha situação, Tíquico, irmão amado, e fiel ministro, e conservo no Senhor, de tudo vos informará.
Tíquico = proveniente da Ásia; companheiro de Paulo no fim da terceira viagem missionária (At 20.4); encarregado de levar esta carta, bem como a de Filemon e Efésios (Ef 6. 21-22).
“Amado, fiel ministro e conservo” demonstram a alta conta em que Paulo o tinha.
8 Eu vo-lo envio com o expresso propósito de vos dar conhecimento da nossa situação e de alentar o vosso coração.
Isso indica que muitas das coisas que Paulo queria transmitir só poderiam ditas pessoalmente, por uma testemunha ocular da situação.
9 Em sua companhia, vos envio Onésimo, o fiel e amado irmão, que é do vosso meio. Eles vos farão saber tudo o que por aqui ocorre.
Ao chamar Onésimo (útil, ajudador) de fiel amado e irmão, Paulo ratifica tudo o quanto foi escrito na epístola a Filemon.

10 Saúda-vos Aristarco, prisioneiro comigo, e Marcos, primo de Barnabé (sobre quem recebestes instruções; se ele for ter convosco, aco…

Características do estado de dormência (Mc 13)

Imagem

Manaim Guaianazes 4 anos

Imagem

Colossenses: AULA 12– Cap. 4.2-6: Intercessão e testemunho

2 Perseverai na oração, vigiando com ações de graças.

Perseverança: ideia de continuidade, pois surgirão diversos obstáculos que dificultarão tal tarefa.
Oração: sua definição mais singela é a forma como falamos com Deus (ainda que sem palavras), expressando comunhão.
Vigiando: a ideia é de estar alerta, atento a todos os acontecimentos, e fazer de todos eles motivos de oração. Orar por um milagre, como Ana; orar pela família, como Jó; orar por livramento, como Davi; orar pelos irmãos, como Paulo. Além disso, deve-se orar pela nação, por melhores dons, pela volta do Senhor, por capacitação, entre muitas outras coisas.
Ações de graças: a oração também tem que trazer a confiança de que será atendida. E diante disso, o cristão sabe que sua vida é um dom, e tem o coração em constante agradecimento.

3 Suplicai, ao mesmo tempo, também por nós, para que Deus nos abra porta à palavra, a fim de falarmos do mistério de Cristo, pelo qual também estou algemado;
Súplica, ao mesmo tempo, também por nós…

Conselhos de uma mãe ao seu filho rei (Provérbios 31)

Imagem

Colossenses: AULA 12– Cap. 3.18 - 4,1

18 Esposas, sede submissas ao próprio marido, como convém no Senhor.
Submissão? Uma questão cultural? Ou uma questão teológica? Em Paulo, pelo menos segundo sua concepção e entendimento, a razão parece ser teológica, pois diz “como convém no Senhor”. Por mais impopular que seja dizer isso hoje em dia, no pensamento de Paulo há um aspecto hierárquico na família, qual seja, de que Cristo é o cabeça do homem, este o cabeça da mulher, e os filhos devem obediência.
Temos muitos exemplos ruins de autoridade ao nosso redor, mesmo entre aqueles que se dizem seguidores do Senhor. O que precisa sempre ficar claro é que, nas Escrituras Sagradas, toda autoridade tem seu fundamento no serviço e no bem daquele que deve obediência, como foi no próprio exemplo do Senhor. Quem exerce autoridade deve viver para a felicidade daqueles que estão sob autoridade (tudo isso, sempre no Senhor).
Submissão não significa inferioridade, nem mesmo submissão absoluta, pois é submissão NO SENHOR, não fora d’Ele.
19 Mari…

Colossenses: AULA 11– Cap. 3.12-17: Revesti-vos como eleitos de Deus

12 Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de ternos afetos de misericórdia, de bondade, de humildade, de mansidão, de longanimidade.
Comportar-se como alguém escolhido por Deus, com a consciência de que é alguém santo e também amado pelo Senhor. É a profunda consciência de que foi escolhido para ser santo.  Ternos afetos de misericórdia (corações compassivos), de bondade, humildade, mansidão e longanimidade significam virtudes sobrepostas, interligadas, em que uma leva à outra como elos de corrente. Coração compassivo = afeição profunda; bondade = benevolência; humildade = considerar o outro superior; mansidão = disposição de sofrer injúria ao invés de praticá-la; longanimidade = longo ânimo, uma paciência espichada.
13 Suportai-vos uns aos outros, perdoai-vos mutuamente, caso alguém tenha motivo de queixa contra outrem. Assim como o Senhor vos perdoou, assim também perdoai vós;
Suportar = dar suporte e “também suportar”; perdão é o ato que torna a comunidade possível,…

Busque a Deus no momento de deserto

Imagem

As bem-aventuranças

Imagem

AULA 10– Cap. 3.1-11: Busquem as coisas do alto e façam morrer a vossa natureza carnal

1 Portanto, se fostes ressuscitados juntamente com Cristo, buscai as coisas lá do alto, onde Cristo vive, assentado à direita de Deus.
É como se Paulo dissesse: “se vocês foram mesmo ressuscitados com Cristo”, ou seja, se é mesmo verdade que vocês agora são do Senhor. Denota uma ênfase prática a partir daqui. Os cristãos já são ressuscitados em Cristo, pois estavam mortos, mas agora nasceram de novo.
Buscar as coisas lá do alto. Que coisas? É talvez uma forma de dizer que devemos viver conforme os valores de Deus. Passamos a reconhecer que nosso foco não é mais o que é terreno, mas sim o que é celestial. Buscar tem a ver com esforço imenso.
Cristo assentado à direita de Deus: o próprio Jesus ressuscitou, ascendeu e exerce autoridade, ao lado de Deus Pai. Saber que Jesus está ao lado do Pai é fonte de grande consolo para os cristãos, pois mesmo em meio a todas as lutas, sabemos que a vitória será certa.
2 Pensai nas coisas lá do alto, não nas que são aqui da terra;
Paulo havia dito para “b…

AULA 9– Cap. 2.20-23: Inutilidade do ascetismo

20 Se morrestes com Cristo para os rudimentos do mundo, por que, como se vivêsseis no mundo, vos sujeitas a ordenanças: 21 não manuseies isto, não proves aquilo, não toques aquiloutro 22 segundo os preceitos e doutrinas dos homens?
É uma pergunta em forma de repreensão.
A ideia é a de que, se morremos em Jesus (e fomos por este fomos libertos), como voltar a se escravizar por determinados tipos de ordenanças criados pelos homens?
Se Jesus cancelou o escrito de dívida contra nós por conta de uma lei verdadeiramente dada por Deus, encravando na cruz, como poderiam os cristãos agora se deixarem escravizar por uma “lei” humana?
“Não manuseies, não toque, não prove”. Não sabemos com certeza que regras Paulo estava se referindo. Alguns exemplos possíveis:
            - se abster de certos tipos de comida (talvez totalmente de carne);             - se abster de certos tipos de bebida;             - formas específicas de se vestir;             - evitar contato com determinadas pessoas;             - e…